14 de setembro de 2014

Se Eu Ficar, de Gayle Forman [Resenha #188] + Promoção




Sinopse: Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.


Adiei a leitura de “Se Eu Ficar” por um bom tempo, até que minhas expectativas com relação ao livro abaixassem. Pouco antes do lançamento – que vem acompanhado por um filme também muito aguardado – havia muita gente falando sobre, fazendo comparações, e dizendo o quanto as pessoas se emocionariam ao lê-lo. Queria fugir disso, então esperei.

12 de setembro de 2014

Correio #25 – Vai um mangá aí?

20140911_105210

Quem mora fora do eixo Rio-SP sofre para acompanhar mangás. Aqui, no interior de São Paulo, por exemplo, a maioria dos títulos são de distribuição setorizada, ou seja, rodam primeiro as capitais, e só depois chegam aqui. Além do tempo maior de espera para se ter o produto em mãos, muitas das vezes eles chegam em um estado lamentável, já que nem todos os títulos são plastificados ao sair da gráfica.

9 de setembro de 2014

Morte Na Praia, de Agatha Christie [ #SawyerRC ] [Resenha #187]

Morte na Praia Texto


Sinopse: Arlena Stuart adorava o sol, e era frequente ver seu lindo corpo bronzeado estendido na praia, o rosto pousado na areia. Só que desta vez não havia sol... ela tinha sido estrangulada. Desde a chegada de Arlena, Poirot tinha percebido algo diferente entre os veranistas, uma tensão sexual pairando no ar. Poderia um crime aparentemente passional ter sido ao mesmo tempo uma ação premeditada, muito mais perversa? Os álibis parecem perfeitos neste empolgante mistério à beira-mar.


Agatha Christie foi, talvez, minha primeira paixão literária, a primeira autora que busquei ler tudo o que encontrava disponível, e que, invariavelmente, acabava me agradando em tudo aquilo que lia – em diferentes graus, claro, mas sempre com bom índice de satisfação.

4 de setembro de 2014

Estudo Independente – O Teste: Livro 2, de Joelle Charbonneau [Resenha #186]

CAPA_thetesting2


Sinopse: Cia Vale tem dezessete anos e tem tudo o que sempre sonhou: um amor perfeito, um lugar na universidade e um futuro como uma das líderes da Comunidade das Nações Unificadas. No entanto, apesar de todos os esforços do governo para apagar a memória de Cia, ela ainda lembra o que aconteceu. Ela precisa escolher entre ficar em silêncio e proteger a si mesmae as pessoas que ama ou expor o Teste e o que ele na verdade é, um programa assassino que deve ser impedido. O futuro da Comunidade depende dela.

No segundo volume da saga de Joelle Charbonneau, a chance de fazer parte da revitalização de uma civilização pós-guerra colide com o desejo de fazer o que o coração manda.

Selecionado pelo USA Today no TOP TEN Summer Reads. Escolha dos livreiros independentes de 2013.


Esta resenha pode trazer revelações incômodas para quem ainda não leu o primeiro volume da trilogia, “O Teste”.

Depois de passar pela excitação de ser selecionada para o Teste, única oportunidade de  conseguir entrar para a universidade, Cia Valle, da colônia de Três Cinco Lagos (valeu Joshua!), percebe que nem tudo  é como imaginava. Em “O Teste” – uma das melhores surpresas do ano –, ela foi colocada constantemente à prova e viu horrores que achava que a Comunidade das Nações Unificadas, que ressurgira das cinzas de um governo ineficiente em manter a paz e a ordem, estava isenta de possuir.

2 de setembro de 2014

Blogagem Coletiva – Livros que Marcaram a Infância

BC

Quando fui convidado pela Pandora a participar dessa Blogagem Coletiva idealizada pela Sybylla, do Momentum Saga não tive que pensar duas vezes para aceitar. A ideia é falar, no dia de hoje, sobre a leitura na infância, quem ou o quê nos incentivou a ler, e quais obras lidas na época nos marcaram. então vamos lá.

27 de agosto de 2014

Sawyer Reading Challenge #SawyerRC

Sawyer Reading Challenge

No dia 22 de setembro comemora-se o décimo aniversário de exibição do primeiro episódio de Lost nos EUA. Sou fã confesso, fervoroso e chorão, da série. Nenhum outro produto de entretenimento causou em mim devoção semelhante nem a gama de emoções e sensações que os 121 episódios da série me causaram. Para celebrar o décimo aniversário da Series Premiere, resolvi lançar uma lista de leitura tomando por base a lista de livros que Sawyer leu durante a série.

25 de agosto de 2014

Caçadores de Tesouros, de James Patterson & Chris Grabenstein [Resenha #185]

Caçadores de Tesouros - Texto


Sinopse: CAÇAR TESOUROS? ENFRENTAR PIRATAS? MOLEZA! ESSA TURMA É RADICAL! Os pais de Bick Kidd são caçadores de tesouros mundialmente famosos, que desapareceram misteriosamente. Agora, Bick e os seus irmãos Beck,Tommy e Tempestade precisam cumprir a última grande missão de seu pai e sua mãe. Mas a vida dos garotos corre perigo agora que eles estão sozinhos no meio do oceano. Junte-se a esta aventura, na mais perigosa e divertida caçada da sua vida!


Tive meus problemas com a série Witch & Wizard, do James Patterson, escrita sempre com um parceiro. No primeiro livro, apesar de ter identificado alguns problemas, acreditei que no segundo volume – e escrevendo com um autor diferente daquela vez – esses problemas fossem em parte sanados. As coisas melhoraram em alguns aspectos, mas ainda ficou à desejar, o que me fez pensar que ainda não havia encontrado o Patterson em um terreno onde ele se apresentasse “tão grande quanto sua fama”. Daí veio o “Caçadores de Tesouros”.

21 de agosto de 2014

K-On! – Volumes 1 ao 4, de Kakifly [Resenha #184]

K-On - Texto Final


Sinopse: Afine sua guitarra e faça seu exercício vocal, porque a banda mais esperada pelos brasileiros está prestes a invadir o Brasil. É o mangá K-ON! que está pronto para chegar com tudo.

O clube de música do colégio está prestes a fechar as portas por falta de integrantes, e a única saída é completar a cota colocando Yui Hirasawa como guitarrista. O problema é que a garota nunca tocou numa guitarra… na vida. Junto com a baixista Mio Akiyama, a baterista Ritsu Tainaka e a tecladista Tsumugi Kotobuki, Yui vai aprender os desafios de ser uma grande estrela da música ao mesmo tempo em que precisam estudar para as provas.

K-ON! é uma das histórias mais pedidas pelos fãs, e agora chega ao Brasil pela NewPOP Editora. As engraçadas aventuras de Yui no clube de música foram publicadas como Yon-komas, que permitem que você leia relaxadamente e divirta-se com as confusões das meninas.


K-On! é uma mangá de autoria do mangaká Kakifly e foi serializado originalmente na revista Manga Time Kirara, e compilado posteriormente em quatro volumes encadernados. Mais tarde, outros dois volumes foram lançados, o K-ON! Colégio e o K-ON! Faculdade. Todos os seis volumes foram trazidos ao Brasil pela NewPop Editora.

18 de agosto de 2014

Perdendo-Me, de Cora Carmack [Resenha #183]

Perdendo-Me - Texto


Sinopse: VIRGINDADE. Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual. Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?


Perdendo-me tem uma capa bastante sugestiva: um casal trocando olhares apaixonados. Partindo da curiosidade e do fato de não ter lido nenhum livro dito New Adult – pelo menos não conscientemente – decidi me arriscar na leitura do livro completamente no escuro, e, também, por ele ser bastante curto, caberia perfeitamente no #Cacilda-A-Thon. Foi o que eu fiz. Li.