27 de agosto de 2015

Dedicatórias #37: Psicose

Psicose - Robert Bloch

10% desse livro é dedicado a Harry Altshuler, que fez 90% do trabalho.

Robert Bloch, em “Psicose”.

13 de agosto de 2015

Dedicatórias #35: Um Verão Para Toda Vida

Um Verão para toda vida - Michael Noonan

“Para Ted Willis, sob cujo teto baronial esta história foi concebida,
por seus longos anos de amizade e encorajamento”.

Michael Noonan, em “Um Verão Para Toda Vida”.

10 de agosto de 2015

Soldier: Leal Até o Fim, de Sam Angus [Resenha #231]

Soldier


Sinopse: Quando Tom Ryder é convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, não imagina o quanto o seu irmão mais novo, Stanley, sentirá sua falta. A única alegria do garoto são os filhotes de Rocket, a cadela premiada que é o orgulho da família. Porém, ao descobrir que Rocket teve filhotes mestiços, o pai de Stanley fica furioso e ameaça afogar os cãezinhos.

Inconformado e desejando reencontrar Tom, Stanley foge de casa. Mentindo a idade, consegue se alistar no exército britânico. Somente o amor incondicional pelos animais será capaz de fazê-lo sobreviver à brutalidade e à frieza dos campos de batalha. Uma prova de que a inocência e a sensibilidade podem ser mais poderosas do que a guerra.

SOLDIER: Leal até o fim é um livro emocionante e intenso, recomendado para leitores de todas as idades, especialmente para os apaixonados por cães.


Meu interesse em ler “Soldier” surgiu principalmente por ter gostado muito do “Rin Tin Tin”, e, claro, por o livro se passar no período da Primeira Guerra Mundial. Gosto muito dos relatos deste período e, salvo engano, ainda não havia lido um livro onde a relação homem-animal fosse o foco principal da narrativa.

6 de agosto de 2015

Dedicatórias #34: O Improvável Presidente do Brasil

O Improvável Presidente do Brasil - FHc

“Aos meus netos Joana, Helena, Júlia, Pedro e Isabel”

Fernando Henrique Cardoso, em “O Improvável Presidente do Brasil”.

4 de agosto de 2015

Intelligence – Primeira Temporada

Intelligence

Já disse que sou fã de Lost? Já, inúmeras vezes, eu sei! Após ter terminado de assistir todas as seis temporadas da série, não havia muita coisa a fazer além de stalkear os atores que trabalharam nela e conferir o que estavam fazendo, como o eterno Hurley, que participou da única e fraca temporada de Alcatraz – fazer o quê, o J. J. Abrams tem a mania terrível de não conseguir manter uma constante na qualidade de seus programas, deixando pra  apostar tudo nos últimos episódios, o problema é que nem todo mundo tem a paciência de esperar até lá – e outros se tornaram personagens recorrentes em algumas produções. Mas eu me animei mesmo quando Sawyer, o cara do sorriso maroto do Josh Holloway, foi escalado para protagonizar um novo projeto, Intelligence.

30 de julho de 2015

27 de julho de 2015

Inocência? – O Protetorado da Sombrinha: O Terceiro Livro, de Gail Carriger [Resenha #230]

Inocência


Sinopse: Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana. Ao abandonar a residência do marido e se mudar de volta para o lar de sua terrível família, Lady Maccon se tornou o escândalo da temporada em Londres. Além disso, a Rainha Vitória dispensa Alexia do Conselho Paralelo, e a única pessoa capaz de ajudar a esclarecer os fatos, Lorde Akeldama, inesperadamente deixa a cidade. Como se não bastasse, Alexia é atacada por joaninhas mecânicas assassinas, indicando – como apenas joaninhas são capazes de fazê-lo – o fato de que todos os vampiros londrinos estão muito interessados em vê-la rigorosamente morta. Enquanto Lorde Maccon concentra seus esforços em ficar cada vez mais ébrio e o Professor Lyall se desdobra para que a Alcateia de Woolsey se mantenha coesa, Alexia deixa a Inglaterra em direção à Itália em busca dos misteriosos Templários. Somente eles têm o conhecimento sobre os seres preternaturais que Alexia precisa para entender sua crescente e inconveniente condição, mas eles podem ser piores que os vampiros – e estão armados com molho pesto. A série de STEAMPUNK mais cultuada do mundo! Best-seller do New York Times e finalista do Goodreads Choice Award na categoria Paranormal Fantasy.


Poucas séries me deixaram tão ansiosos por um lançamento quanto “O Protetetorado da Sombrinha”, da autora Gail Carriger. E tive que esperar muito até ter este terceiro volume em mãos. Se a leitura valeu a pena? Bom, Alexia Maccon continua tão divertida e carismática quanto antes.

AVISO: ESTA RESENHA PODE TER REVELAÇÕES INCOMÔDAS SOBRE O ENREDO PARA QUEM NÃO LEU OS DOIS PRIMEIROS VOLUMES DA SÉRIE.
NÃO LEIA SE VOCÊ PRETENDE, EM ALGUM MOMENTO, LER OS LIVROS!

23 de julho de 2015

Dedicatórias #32: Estava Escrito

Estava Escrito

“Meu editor dinamarquês e amigo, Erik Vagn Jensen, morreu antes que este livro estivesse terminado. Dedico-o, respeitosamente, à sua memória.”

Gunnar Staalesen, em “Estava Escrito”.